segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Visita de estudo a Santiago de Compostela

A primeira paragem foi em Valença, cuja fortificação, que se destinava à defesa da povoação, remonta à transição do século XII para XIII.











À chegada a Vigo, sempre sob copiosa chuva, vimos as ondas do mar de Vigo e houve quem lhes perguntasse pelo seu amigo.

De caminho para Santiago de Compostela, ainda pudemos observar o local onde teria havido uma ermida, a de S.Simon, e o rio Sar, locais imortalizados pelos trovadores medievais.







Finalmente, Santiago de Compostela: aceitando-se uma das muitas explicações para o nome da cidade, este terá derivado do latim Campus Stellae, campo da estrela que indicou ao bispo Teodomiro a localização túmulo de Santiago. Cidade de tantos encontros e de tanto saber.

Para contrastar com a zona antiga, visitámos também o moderno espaço da Cidade da Cultura, um complexo arquitetónico que reconcilia a conservação do património com a produção de conhecimento, investigação e consumo cultural. Este projeto, do arquiteto Peter Eisenman, cria um novo cimo para o Monte Gaiás.
Os objetivos da visita foram amplamente atingidos e acreditamos que a valorização dos saberes não só contribui para a promoção do sucesso escolar dos alunos como promove a capacidade de dar resposta a diferentes desafios.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação do momento

Dia Mundial da Alimentação (EB1 Quiaios)