terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Festa de Natal

Fotos da Festa de Natal na Cristina Torres



Festa Sunset na Biblioteca Escolar com Sophia



A Biblioteca da Escola Pintor Mário Augusto esteve aberta fora de hora para que alunos, pais e professores pudessem fruir aquele espaço e os recursos em torno da obra de Sophia de Mello Breyner. 
A festa decorreu numa altura em que se encerra o ano do centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner. Por outro lado, tentou-se evocar a época do ano que vivemos: o Natal, que tão bem se encontra retratado na obra de Sophia, em diversos . 
A obra da autora é estudada pelos nossos alunos do 5º ao 8º ano, pelo que esses alunos e pais foram convidados a participar num evento em que se falou da vida e obra de Sofia e dos temas recorrentes, assim como dos valores defendidos por Sophia e que são autênticas lições de cidadania para os nossos alunos. 
A Biblioteca Escolar esteve toda decorada com motivos natalícios e com imagens de Sophia, pendurados nos candeeiros, nas várias fases da sua vida. Também tivemos expostos desenhos dos alunos do 5º e C e D relativos à obra trabalhada “A Fada Oriana”. 
Os alunos e pais puderam participar com leitura de trechos de obras para crianças e jovens como A menina do mar; A fada Oriana; Noite de Natal; O Cavaleiro da Dinamarca; A floresta; A árvore; O rapaz de bronze e muitas poesias e cantatas “Vemos, ouvimos e lemos…” e por fim a sua sublime poesia dedicada ao 25 de abril de 1974 “Esta é a madrugada que eu esperava…”. 
Os professores presentes também foram convidados a ler. Tivemos como convido especial o professor Rui Feteira, que fez uma leitura encenada de partes da obra de Sophia de Mello Breyner, que enriqueceram o evento. 
Podemos contar com a criação de momentos musicais pelos alunos Martim Ligeiro e Lara Dias do 9º ano, que se prontificaram a abrilhantar a sessão. 
No final houve um lanche para todos os presentes. Os pais dos alunos presentes demonstraram o sue agrado por terem participado nesta atividade diferente e onde, também eles “aprenderam muito”. 
A Biblioteca Escolar agradece a todos os alunos, pais e professores presentes que participaram neste evento muito bonito. 

Votos de Feliz Natal para todos.






Trabalhos alusivos ao Natal,4º ano/Turma QU-T3


Fotos de trabalhos alusivos ao Natal, realizados pelos alunos do 4º ano/Turma QU-T3, da EB1 de Quiaios, no âmbito do Desenvolvimento Sustentável, com o aproveitamento e reutilização de alguns materiais de desperdício (canudos do papel higiénico, revistas, galhos/ramos de árvores, lãs,...).



O dinossauro reencontra a família




Certo dia, na escola, a professora pediu a uma menina de cabelos loiros para contar uma história a um grupo de crianças mais novas.
A menina ficou contente, pois gostava de desafios. Mas não foi muito fácil decidir que história contar. Pensou durante alguns minutos enquanto estavam todos no recreio.
De regresso à sala de aula..
- Muito bem, meninos. Ouçam atentamente o que tenho para vos contar.
Sabiam que há muito, muito tempo, havia uma floresta onde se escondia uma nova espécie de dinossauros que não era suposto lá se encontrar? Claro que não sabiam! Vamos então conhecer o que aconteceu com as personagens da estranha história “Quando acordou, o dinossauro estava ali”.

«Um pequeno dinossauro, um Tiranossauro Rex, perdeu-se do grupo e foi vagueando por aqueles sítios. Mas teve sorte, pois encontrou outras espécies de dinossauros que simpatizaram com ele e o ajudaram procurar a família.



Não foi tarefa fácil. A procura prolongou-se por quase duas semanas. E quando o pequeno Rex estava quase sem esperança, ao longe, avistaram um grupo de criaturas que pareciam ser membros da    sua família.
Não foi tarefa fácil. A procura prolongou-se por quase duas semanas. E quando o pequeno Rex estava quase sem esperança, ao longe, avistaram um grupo de criaturas que pareciam ser membros da sua família.

Não foi tarefa fácil. A procura prolongou-se por quase duas semanas. E quando o pequeno Rex estava quase sem esperança, ao longe, avistaram um grupo de criaturas que pareciam ser membros da sua família.

À medida que se aproximavam, o pequeno dinossauro começa a correr, enquanto gritava de contentamento:

- Amigos, é a minha mãe. Estou tão feliz de a reencontrar. Não está sozinha! Os meus irmãos estão com ela. A minha família volta a unir-se.                                                    
  
Nisto, uns e outros frente a frente, a mãe TRex abraça o filhote que julgara perdido e agradece aos outros dinossauros por terem cuidado dele.
Depois do reencontro, cada grupo voltou para o seu habitat, cada um mais feliz do que o outro. Todos praticaram o bem e ajudaram quem precisava.»




- Vitória, vitória. Acabou-se a história do dinossauro. Gostaram, meninos?
- Sim, muito! - disseram as crianças muito contentes.
A menina sentia-se tão contente por ter contado a história aos mais pequenos que decidiu, naquele momento, o que fazer mais tarde: escrever para as crianças.

http://tiny.cc/6zfxgz
http://tiny.cc/gwexgz
http://tiny.cc/j9exgz
http://tiny.cc/7icxgz
                                                                                      Ana Filipa Alves    

Publicação do momento

O AEFN - um testemunho